Friday, March 16, 2007

E você, mastiga bem?

Hoje em dia, o tema da alimentação é muito focado: quais os melhores alimentos, quantas vezes por dia devemos comer, devemos ou não ingerir água às refeições... e poucas vezes falamos da mastigação.
Mastigar bem é fundamental!
Pouco lhe servirá escolher alimentos de qualidade para a sua refeição, se não faz uma mastigação adequada.
Sem entrar em "linguagens técnicas" explicaremos nas próximas linhas a importância de algo tão natural e instintivo como a mastigação.

Onde começa a digestão?

É na boca que se inicia a digestão dos alimentos.
Por isso é tão importante mastigarmos bem e insalivar o alimento, uma vez que é a saliva que dá início a este processo digestivo.
Vejamos este processo de inicio da digestão na boca, como o processo de fazer um bolo.




1) Escolhemos os ingredientes (alimentos)
2) juntamos tudo num recipiente (boca)
3) e finalmente misturamos muito bem (mastigação).
Continuaremos a misturar tudo até a massa atingir a consistência adequada e estiver uniforme (mastigação+insalivação) e só depois passamos para outro recipiente e levamos ao forno.

No nosso corpo, o processo é semelhante.
Devemos mastigar e insalivar os alimentos até estes estarem quase transformados em líquido.
Não devemos de modo algum engolir pedaços, por pequenos que sejam, pois deste modo vamos dificultar a digestão (tal como não poríamos o bolo a cozer, com pedaços de manteiga ou com os ovos ainda por bater na massa)
Ao triturarmos bem os alimentos na nossa boca, evitamos um trabalho excessivo do estômago e a fermentação gástrica que forma toxinas no organismo. A correcta mastigação, resolve a maioria dos problemas como a azia, os gases e as gastrites.

Importante também, é a forma como ingerimos os líquidos. Tal como nos alimentos sólidos, também os líquidos devem ser mastigados, insalivados.
Uma sopa, um sumo e até mesmo a água, não deverão ser simplesmente engolidos.

"Mastigar o líquido e beber o sólido"


Apetite vs Mastigação

A mastigação é também um excelente medidor para a quantidade adequada de alimentos que devemos ingerir. Durante o processo de mastigação o corpo vai recebendo avisos e preparando-se quimicamente para a assimilação dos nutrientes, até o momento em que dá sinais de apetite saciado.
Quando comemos muito rápido, engolindo a comida, o ponto de satisfação será quando o estômago estiver bem cheio e por vezes dorido de tão dilatado. Engolindo pedaços grandes de comida, aumentamos o trabalho do estômago, gastamos mais energia desnecessariamente e comemos geralmente mais do que realmente necessitamos.





DICAS:

- Se acha que tem dificuldade em comer devagar, experimente pousar o garfo no prato entre garfadas (mastigue bem, sinta o sabor dos alimentos). Vai ver que assim controlará melhor a sua mastigação.
- Evite comer de pé. Coma sentado, mesmo que seja apenas um lanche.
- Evite também comer a ver televisão, pois ao estar distraído irá certamente comer mais e mastigar pior.
- Não coma se estiver muito stressado ou irritado, estes estados de alteração vão-se reflectir no modo como come e acabará por "descarregar" na comida. Respire fundo, tente acalmar-se e só quando se sentir mais calmo é que deverá comer.
- Escolha um ambiente tranquilo para fazer a sua refeição, ponha uma música que lhe agrade, concentre-se no acto da refeição e verá que estará muito mais consciente do que come e como come.

bom apetite! :)

1 comment:

Comunidade Jesus Cristo Libertador said...

uantas vezes devemos mastigar os alimentos? nutricionistas ja me recomendaram no minimo 40 vezes, para que os alimentos se tornem liquidos na boca, enfim existe uma contagem adequada?